Como ganhar velocidade no violão

Ganhar Velocidade no Violão

Você pretender ganhar velocidade no violão? Sim? Mas em que sentido? Afinal, a velocidade pode estar aplicada em diferentes ações, quando tocamos.

Porém, antes de querer responder à pergunta, vejamos todas essas manifestações. Acompanhando esta matéria até o final, você verá como, realmente, conseguir o que pretende.

Trataremos de ações diferentes, as quais exigem velocidade. Entre elas, algumas já possuem matérias próprias, que indicarei.

Importa saber o seguinte: se ganhar velocidade no violão é seu objetivo, você está no lugar certo. Por isso, acompanhe-me.

Ganhar velocidade no violão, mas com objetivo

Honestamente, velocidade não é virtude sem precisão e consistência. Afinal, uma pessoa pode tocar muito rápido, mas de modo desbaratinado e sem qualquer harmonia.

Por isso, quando busca-se ganhar velocidade no violão, objetivo é tudo. E a pergunta deve ser: “quero ganhar velocidade no violão, mas para quê?”.

A resposta sendo objetiva, metade do caminho já está percorrido. Você terá um norte a buscar em seus estudos.

Vejamos, então, em quais campos ganhar velocidade no violão pode ser interessante.

Ganhar velocidade no violão ao trocar acordes

Como ganhar velocidade no violão

Trocar acordes pode ser um pouco complicado, de início. E não necessariamente este tema versa apenas sobre principiantes no violão.

Normalmente, começamos tocando música POP ou, mesmo, Rock. Todavia, ao ganharmos experiência, queremos explorar novos estilos.

Como brasileiros, Samba e Bossa Nova são frequentes, não é mesmo? Contudo sua formação de acordes é bem diferente, afinal são tétrades bem mais compostas.

Por isso, ao enfrentarmos lentidão na sucessão de acordes, a lógica será a mesma: memória muscular (da que falamos no artigo sobre cantar e tocar ao mesmo tempo) e treino.

Se quer saber mais, vale muito a pena ler nossa matéria sobre evoluir na troca de acordes. Ganhar velocidade no violão ao trocar acordes será um resultado natural da persistência.

Pode apostar!

Ganhar velocidade rítmica, na batida e dedilhado

Ganhar velocidade no violão - ritmo e batidas

A velocidade de ritmos e batidas só se faz importante quando há fluidez. Isso porque, nas repetições muito rápidas, a precisão deve ser redobrada.

Ocorre que, quanto mais ágil é um ritmo, pior é o deslize potencial. Afinal, toda a sequência do compasso será afetada. A música será, então, interrompida bruscamente e quebrada.

Por isso, para ganhar velocidade no violão ao desenvolver ritmos, atenção: tenha certeza de que é capaz de realizar o movimento lentamente.

Apenas quando dominar absolutamente a batida, aí, sim, você acelera. Tudo bem?

Quanto ao processo, não muda quase nada: treine em velocidades diferentes. Quando estiver seguro, acelere e desacelere, para manter sempre fresco o movimento.

Você pode até usar o metrônomo para validar e memorizar com mais precisão.

O mesmo se repetirá nos arpejos para violão e outros dedilhados. Pratique a independência dos dedos da mão de ritmo em primeiro lugar. Apenas então passe para os modelos prontos.

Velocidade de cálculos harmônicos

Chamamos de “cálculos harmônicos” as relações mentais que fazemos entre as notas e acordes. São necessários para transposições de tons e, mesmo, improvisação.

Neste caso, há que se criar a memorização fluida dos intervalos. Estudar campo harmônico faz-se tremendamente importante. E a fundo, tudo bem?

Não basta apenas saber os intervalos. É preciso tê-los ao alcance da memória num piscar de olhos. Isso garantirá improvisações precisas e mudanças de tom ao instante.

Numa banda ou mesmo em apresentações solo, isso fará toda a diferença. Dá profissionalismo ao músico, e encanta qualquer plateia.

Ganhar velocidade no violão ao executar escalas e solos

Velocidade no violão como conseguir

Por fim, o princípio de velocidade ao executar solos e escalas empata o dos cálculos harmônicos. Há que se dominar as diferentes escalas, seus intervalos e posições, no braço.

Ainda, neste quesito, não basta uma mente afinada. Para ganhar velocidade no violão ao solar, é preciso possuir, também, o domínio da palheta de violão e seu manuseio preciso.

Ora, será necessário palhetar com idas e vindas. Noutros momentos, será preciso usar um único sentido. Em outros, concatenações de movimentos quase sem planejamento.

Tudo isso faz parte da tão famosa memória muscular. E, como dissemos, ela não brota nem é um talento inato. Ela depende de repetições, treinos e muita paciência.

Por isso, queira ganhar velocidade no violão, sim. Porém não tenha pressa, quando o assunto for aprender com profundidade.

No fim, nem estamos falando de muito tempo. Basta esforço, dedicação e compromisso. Juro! Em pouquíssimo tempo, você estará craque na manifestação de velocidade que pretende.

E, se gostou, esteja sempre com a gente. Nosso maior prazer é ensinar. E posso garantir: mais aprende quem se dispôs a transmitir o conhecimento.

Foi um prazer imenso ter você conosco outra vez. Volte sempre! A casa é sua!

You May Also Like

About the Author: Mario Feitosa

Músico e compositor popular, o premiado escritor Mario Feitosa é especialista em tecnologia, poeta e redator. Baixista e violonista com décadas de experiência, seu compromisso é transformar a Música em matéria universal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *